Brasil. República Federativa do Brasil
Notícias RSS

contraste

separador

Crea-SP elabora Planejamento Estratégico

Plano define objetivos e metas para triênio 2018-2020

O Crea-SP está em fase final de produção de seu Planejamento Estratégico, estabelecendo metas e objetivos para o triênio 2018-2020. O plano é fundamentado em sete macro-objetivos definidos pela Diretoria do Conselho, em encontro realizado no dia 9 de fevereiro. São eles:

1. Aperfeiçoar a interlocução com os profissionais, empresas, sociedade e instituições governamentais e não-governamentais;

2. Propiciar a atualização sistêmica e tecnológica com inserção e transformação digital da gestão;

3. Modernizar as ações fiscalizatórias e atendimentos;

4. Gerar maior eficiência e economicidade à Gestão, potencializando a receita e otimizando as despesas;

5. Aumentar a participação no ambiente regulatório;

6. Fortalecer a imagem institucional;

7. Desenvolvimento do Quadro Funcional do Crea-SP.

Diretoria do Crea-SP definiu macro-objetivos do Planejamento Estratégico no início de fevereiro

O Presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese Marinelli, reiteradamente tem se manifestado a respeito da importância do planejamento e da modernização da gestão do Crea-SP, com vistas a uma maior eficiência e melhor prestação de serviço aos profissionais da área tecnológica e à sociedade.

 

Desenvolvimento: objetivos estratégicos e metas

Nos dias 19 e 20 de fevereiro, trinta e dois gestores do Conselho estiveram reunidos na Sede Angélica trabalhando no desenvolvimento do plano.

Os gestores dividiram-se em grupos e desenvolveram cada um dos tópicos listados, propondo objetivos estratégicos e metas para cada um deles. 

Além de estabelecer metas para o período trienal, o Planejamento Estratégico também atende a recomendações do Tribunal de Contas da União – TCU e da Controladoria Geral da União – CGU.

Confira abaixo os objetivos estratégicos para cada um dos macro-objetivos:

1. Aperfeiçoar a interlocução com os profissionais, empresas, sociedade e instituições governamentais e não-governamentais;

a) Conhecer o cliente;

b) Fortalecer as relações internas e externas;

c) Fortalecer a imagem do Crea-SP;

d) Desenvolver política institucional;

2. Propiciar a atualização sistêmica e tecnológica com inserção e transformação digital da gestão;

a) Otimizar e desenvolver os sistemas;

b) Definir processos;

c) Integrar o profissional à plataforma digital do Crea-SP;

3. Modernizar as ações fiscalizatórias e atendimentos;

a) Padronizar as ações de fiscalização e atendimento no Estado;

b) Informatizar procedimentos de fiscalização e demais áreas finalísticas;

c) Ampliar ações de atendimento/fiscalização;

4. Gerar maior eficiência e economicidade à Gestão, potencializando a receita e otimizando as despesas;

a) Ampliar receita e reduzir as despesas operacionais;

b) Promover a sustentabilidade do Crea-SP para potencialização das atividades fins, evitando retrabalho;

c) Promover a desburocratização e qualificação do quadro funcional com foco na melhoria da eficiência;

5. Aumentar a participação no ambiente regulatório;

a) Gestão política dos interesses da categoria;

6. Fortalecer a imagem institucional;

a) Ser percebido como entidade que gera e agrega valor à sociedade;

b) Ser inserido nas discussões dos grandes temas nacionais;

7. Desenvolvimento do Quadro Funcional do Crea-SP;

a) Aprimorar e desenvolver;

b) Reconhecer e valorizar.

O funcionário Waldir Ronaldo Rodrigues orienta a apresentação dos resultados de cada grupo de trabalho

O Superintendente de Gestão e Recursos, Lourival Junior Franklin, durante apresentação das considerações de seu grupo

As metas definidas pelos gestores retornaram à Diretoria e foram aprovadas em reunião realizada no dia 1º de março.

Diretores apreciaram o trabalho desenvolvido pelos gestores do Crea-SP

 

Plano de Ação

No dia 5 de março, os gestores voltaram a se reunir, desta vez para desenvolver um plano de ação para implantação dos objetivos e metas definidos.

Gestores dividiram-se em grupos para discussão das ações para implantação do Plano

Uma vez aprovado, o Planejamento Estratégico será divulgado para todo o corpo funcional. A implantação e o monitoramento do plano ficarão a cargo da Divisão de Desempenho Institucional – DDI.

 

Produzido pelo Departamento de Comunicação do Crea-SP (DCO/SUPCEV)


  • compartilhar
  • Enviar por e-mail
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Orkut
índice de notícias

Exibir notícias por:

Institucional

Fiscalização

Tecnologia

Clipping










Crea-SP

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1059

Pinheiros • São Paulo • SP • CEP 01452-920

Atendimento: 0800-17-18-11